Polícia Alegria

Nascido em 2013, o PAS/PMERJ – Programa de Articulação Social “Polícia Alegria” é fruto de uma iniciativa dos então cadetes da Academia de Polícia Militar Dom João VI, Thiago Jauhar, Eduardo Demarco e Estevão Reis.

O objetivo principal do projeto é proporcionar um dia de “fuga” na rotina de pacientes portadores de doenças auto-imunes como câncer ou AIDS, crianças órfãs, ou que foram retiradas do seu convívio familiar pela justiça por terem sofrido violência, maus tratos ou abusos.Estas crianças são levadas às Unidades da Polícia Militar e pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro, onde se divertem e recebem muito carinho e atenção.